sábado, 25 de julho de 2015

Desarmar-se...

 Desarmar-se perante a estupidez do mundo,
 desarmar-se  no olhar da soberba ,o ódio...
Desarmar o olhar de descaso com que se vê 
nas esquinas da pobreza a angústia de dor.
Desarmar-se de tudo o que traz tristeza.
Sendo a vida tão passageira,que importa o 
tamanho das batalhas,elas surgem para nos
revirar por dentro e mudar os rumos do que 
antes era estagnação e silêncio.
Quando desarmados ,cedemos,escolhemos a 
aparente derrota...escolhemos a paz.
O adversário, se ri, ironiza, não compreende o
 quanto é desnecessária uma vingança,quanto 
é retrógrada e mesquinha.
Desarmar-se é tornar-se transparente, se deixar
levar, não se fazendo vítima, mas  tornando-se 
mansidão, assim foi o Cristo, assim é o Cristão!



domingo, 19 de julho de 2015

A poesia é um canal de luz, criado para ativar a chama
         do amor, sempre que nos encontrarmos enfraquecidos

         pelos  desafetos e pelas angústias naturais da não

         aceitação...
         

Campanha...

Tio,me coloque em teus braços fortes, eu
sou tão franzino  ainda, me proteja,me veja!
Quero ter as chances que muitos têm...
Quero acordar de manhã, em cama limpa e
não precisa ser de seda meu enxoval, pode
ser do puro algodão... bem melhor do que 
um papelão ou jornal na frieza do chão...
Sonho em ver um dia, a  televisão em um sofá,
uma pipoca quentinha e nada para ameaçar...
Quero um álbum de fotos, igual eu vi na vitrine!
A diferença é que seriam pessoas que se mexem,
é sorriso de verdade,sem poses...Queria que ao 
olhar em meus olhos não visse minha aparência 
desleixada, mas, minha aparência ansiosa para 
que me reconheça  como alguém importante. Isso!
Importante o suficiente para me admirar, me levar 
pela mão,como toda criança normal.Me reconheça 
como alguém especial,que de você, só queira o calor, 
só queira um abraço,um beijo de boa noite,um toque!
Já senti muitos toques,tio!...Mas de brutalidade e ódio...
toques como se toca a um cão,senti fome e solidão!
Vai, me reconheça como seu amigo, não vou te dar
 decepção,vou à escola! Só peço desculpas,de antemão,  
se  eu desejar te agradar e não ter com o quê, mas ,que 
se valer uma risada bem dada , de felicidade ,isso sei,
posso prometer...felicidade de estar com você !
Vou para a escola e vou te agradecer...
Ah! Isso eu posso fazer! Experimente cuidar de mim!
Melhor  do que eu, só cachorrinho de madame tio!

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Caprichos da vida...

A vida tem seus caprichos tem minúcias e artifícios!
O Pai Criador fez maravilhas,  fez seus filhos e filhas.
Até mesmo o  joão -de-barro, um canário e o condor ...
Ao viver, todos sentimos quão bonito é  o seu  amor!
Numa música suave, no canto do sabiá, tudo é um rio
que corre, com histórias para  contar ...
Nos caprichos dessa vida vemos dentes de leite  atirados aos
telhados,  na esperança  que voltem mais fortes e bem cuidados.
E do céu, então, pinga vida em forma  de chuva! De mel, são as nossas uvas!
Contamos borboletas miúdas  dando lições de desapego, abandonando  seus
casulos para voarem na imensidão, e do chão, brota o ouro negro ...
Mais que um capricho, é o mar com seu fundo colorido. Quanta
surpresa guardada, quanto tesouro perdido!
E novamente, um capricho do Criador, uma semente na barriga germina a vida
em flor ...
Alguém com juntas e cismas  num cérebro delicado, uma costela fininha  e um
coração assanhado ... pedindo leite e colo, todo feliz e  mimado!
Ah, o mundo e seus artifícios, quando  não são de fogos, são na política 
desculpados ... nas minúcias  ajuizados ...a seus próprios  benefícios!
Caprichos da natureza, de paisagens e extrema beleza. Iluminados por luzes
de estrelas, de quinta grandeza  e bem mais!
A vida tem seus caprichos e mistérios também! Quem sabe sarar os vícios? E os
milagres verdadeiros, quem os tem? Sem o ar que respiramos  não sobraria
ninguém!
Entre tantos caprichos da vida, mais um  me chama a atenção! De não sabermos se 
morrer é dormir, ou  viver, se devemos sonhar em vão. Mas, uma dúvida  me vem ao
fundo da alma e  penso ... O mundo é causa perdida para aqueles que aqui não estão?



domingo, 12 de julho de 2015

Cisnes...

Num deslize suave, levam os corpos emplumados,
ao toque de uma sinfonia...passeando entre
lagos e  correntes frias.
Seguem  num balé desperdiçado, porque  no
silêncio das horas , muitos dormem...Até os
seus iguais! Perdem o encanto que a lua insiste
em focar...então derramam seu pranto no espelho
das águas  e depois, conformados abrem suas asas,
como finos mantos...
Os cisnes ,apaixonados se acasalam em graça  e
delicadeza. Inebriados pela continuidade de sua
natureza, precisam repetir o show de beleza, antes
que o dia os entorpeçam no calor do sol, antes que a
melodia se cale entre os passarinhos e se entristeçam
na morte inevitável...
Os cisnes são raros! Sendo amados, felizes dançam,
numa magia incomparável...

sábado, 11 de julho de 2015

"Os seres..."

Nós humanos somos seres  admiráveis...
Certamente, dos mais incríveis que possam 
existir  nesse mundo!
É através de nossas aventuras, de
nossas audácias, que nos propomos a
evoluir. Por vezes, duvidamos de nossas
capacidades de inteligir e desenvolver
projetos que possam nos auxiliar e
também ajudar o nosso  planeta.
Em muitas conquistas, atingimos o ápice,
mas pelo orgulho, nos envaidecemos tanto,
ao ponto de tropeçarmos nos próprios feitos...
"O homem , é mesmo o senhor de si!"

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Acordos...

Fazemos acordos durante nossas existências.
Vivemos entre a sabedoria tida por experiências 
e a coragem, que obstinada  e veloz , sem tempo
para experimentos nos impulsiona a qualquer
preço...
Fazemos acordos porque possuímos necessidades
de seguir adiante.
Fazemos acordos por termos sentimentos de justiça
e também receios...
Acordos nos proporcionam o desenvolver das
percepções e da tolerância recíproca.
Fazemos acordos com a vida, e até podemos fazer
com a morte...na coragem, assumimos os riscos e
aprendemos a merecer os créditos...

terça-feira, 7 de julho de 2015

Venha...

Venha comigo ver a noite avançar em estrelas!
Venha! Mesmo no tempo invernoso, elas brilham,
brilham mais ainda por estarem sustentando-se
sob um céu nublado, estão lá , não duvide...
A lua também é testemunha da presença desse
brilho!
A lua é a magia  que faz encantamentos sobre o
mar,  para nos envolver, nos fazer sonhar e nos
ensinar seus segredos!
Venha, venha olhar para o céu! Para o alto! 
Sentir-se parte do poder de Deus, ele nos permite!
Venha comigo, sonhe comigo, a liberdade está em
teus sentidos... é só fechar os olhos, mesmo na
escuridão da alma doente, sonhar é possível !
As estrelas vão mostrar as alegrias das três Marias
e o cruzeiro do Sul, elas vão mostrar romarias do
amanhecer e a poesia que irá nascer...sonhe!